Escolas que escolhem o que ensinam têm melhores resultados


foto1 A melhor escola pública do país, segundo os últimos rankings, tem contrato de autonomia Fotografia © Filipe Amorim / Global Imagens Descentralizar a gestão é uma das tendências apontadas. Organização atribui “grande importância” à municipalização. Dar autonomia às escolas é uma das políticas de educação que mais elogios merece da OCDE. Mas atenção: liberdade para gerir o currículo traz melhores resultados, mas gerir os recursos não traz benefícios. O relatório “Perspetivas das Políticas Educativas para 2015: Concretizar as Reformas”, ontem divulgado, dá como exemplo positivo, em Portugal, os contratos de autonomia, que abrangem 212 escolas. Fala ainda do projeto de entrega da gestão das escolas aos municípios como uma política educativa de “grande importância”. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) analisou as políticas educativas levadas a cabo pelos países membros entre 2008 e 2014. Uma das tendências é “a tomada de decisão ser cada vez mais partilhada entre os diferentes atores: os estudos mostram que no ensino básico muitas decisões são tomadas ao nível da escola na maioria dos países, embora possa depender se a decisão está relacionada com o currículo, recursos humanos ou outros aspetos do sistema”. http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4351860

Formar Portugal e o Mundo
Aprender para Crescer!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s