Dia Nacional do Estudante 24 de Março

Dia Nacional do Estudante  24 de Março

O Dia Nacional do Estudante comemora-se anualmente no dia 24 de março.

Este dia foi promulgado pela Assembleia da República Portuguesa em 1987.

Além de um dia de comemoração, este é um dia de luta e de homenagem, já que a data é celebrada pelo movimento estudantil nacional, de forma a relembrar as dificuldades e obstáculos que os estudantes enfrentaram nas décadas de 60, aquando da crise académica vivida em Portugal.

A data pretende ainda apelar à participação e mobilização dos estudantes em prol de um novo modelo de educação: uma educação de e para todos/as. O direito à educação é um direito basilar da nossa sociedade consagrado constitucionalmente e que requer o envolvimento de todos/as. A data lembra ainda que o estudante é um pilar da sociedade.

Por sua vez, o Dia Internacional do Estudante é celebrado a 17 de novembro

Dia Nacional do Estudante

Uma visão… Uma realidade…

Artigo SER TRABALHADOR-ESTUDANTE

session-1989711_1280

 

ESTATUTO TRABALHADOR – ESTUDANTE

estatuto-imagen

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Lisboa – Exposição REFUGIADOS – 2017

A partir de Sábado (25/3) a exposição poderá ser visitada na Zona Franca, no Anjos.

REFUGIADOS
Entre a Grécia e a Macedônia
Fotografia: Joana Bom

Mais trabalhos em https://joanabom.wordpress.com/

Sobre a Zona Franca
https://www.facebook.com/zonafranca.nosanjos/?fref=ts

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Educação em Portugal… Protestos e Reivindicações 2017

livros

Alunos da Caparica protestam contra aulas em contentores há quase sete anos

14 mar, 2017

Escola secundária tem mais de dois mil estudantes e metade tem aulas em 20 contentores.

Os alunos da Escola Secundária do Monte de Caparica, no concelho de Almada, estão em protesto esta terça-feira. Reclamam melhores condições no estabelecimento de ensino onde há quase sete anos as aulas são leccionadas em contentores.

A situação tem-se arrastado, enquanto a comunidade escolar aguarda pela conclusão das obras que estão a ser feitas no estabelecimento de ensino.

Ouvido pela Renascença, o presidente da Associação de Estudantes, Hélder Moita, diz que é difícil ter aulas nos contentores. seja em dias de chuva ou de calor.

“Se chover, chove lá dentro. Já se fizer calor, acaba por ser mais agradável ter aulas ao ar livre, porque lá dentro parece uma estufa”, descreve.

A escola tem mais de dois mil alunos, metade dos quais têm aulas em 20 contentores.

A direcção do agrupamento já sinalizou a situação há vários anos mas tem tardado o cumprimento das formalidades burocráticas para que as obras possam ser concluídas.

Fonte: http://rr.sapo.pt/noticia/78327/alunos_da_caparica_protestam_contra_aulas_em_contentores_ha_quase_sete_anos?utm_source=cxultimas

 

Docentes de enfermagem da UMinho em greve contra “ilegalidade” em aulas práticas

  • Os docentes da Escola de Enfermagem da Universidade do Minho, que cumprem “por tradição” turnos de 7/8 horas no Hospital de Braga para acompanhar alunos na vertente prática e praticam atos de enfermagem, não estão abrangidos por “qualquer seguro” de responsabilidade civil profissional

Mais informações em: http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-02-06-Docentes-de-enfermagem-da-UMinho-em-greve-contra-ilegalidade-em-aulas-praticas

 

Greve: centenas de escolas fechadas, dizem os sindicatos

3 de Fevereiro 2017

1107194

Mais informações em: https://www.publico.pt/2017/02/03/sociedade/noticia/greve-nas-escolas-adesao-de-90-diz-a-fne-1760695

 

Pelo menos cinco escolas da cidade de Faro ficaram encerradas nesta manhã de sexta-feira, por causa da greve dos funcionários escolares.

2017-02-03

Mais informações em : http://www.tvi24.iol.pt/videos/sociedade/greve-de-funcionarios-leva-ao-fecho-de-escolas-em-faro/58944ad50cf237f3233c8311/5

Alunos testemunham falta de funcionários nas escolas

2017-02-03 13:45

Mais informações em :  http://www.tvi24.iol.pt/videos/sociedade/alunos-testemunham-falta-de-funcionarios-nas-escolas/589484770cf22b4ee2d15a51

 

Greve de alunos por melhores condições e mais auxiliares em escola de Abrantes

Edição de 26.01.2017

Mais informações em :  http://omirante.pt/semanario/2017-01-26/sociedade/2017-01-25-Greve-de-alunos-por-melhores-condicoes-e-mais-auxiliares-em-escola-de-Abrantes

Alunos em greve contra a Parque Escolar e falta de funcionário

18 de Janeiro de 2017

https://www.publico.pt/2017/01/18/local/noticia/alunos-em-greve-contra-a-parque-escolar-e-falta-de-fucionarios-1758790

 

Greve na Escola Secundária do Marco de Canaveses

 03.01.2017

Foi um início atribulado do 2º período na Escola Secundária do Marco de Canaveses. Os funcionários estiveram em greve durante parte da manhã desta terça-feira em protesto contra a falta de pessoal.

Mais informações em: http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-01-03-Greve-na-Secundaria-do-Marco-de-Canaveses-no-regresso-as-aulas

 

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Candidaturas Abertas – Acção Qualidade de Vida 2017 até 15 de Março

665edb4b32264953e9fbab010a9e7aac_w640

Está aberto o período de candidaturas para a Ação Qualidade de Vida 2017, que decorre até dia 15 de Março, através de formulário online disponível AQUI.

A Ação Qualidade de Vida é um projeto único e pioneiro no País, que atribui apoios diretos e pontuais num valor anual de 100.000€, a  pessoas com deficiência motora e comprovada falta de recursos financeiros. Ao longo de nove edições, este projeto já ajudou a mudar a vida de 223 pessoas com deficiência de todos os pontos do País.

Este ano a Ação Qualidade de Vida celebra a sua 10ª EDIÇÃO e conta com o apoio dos Mecenas Brisa, Continental, Delta, Fundação Calouste Gulbenkian, Novo Banco e Semapa!

Se tem um projeto que pode mudar a sua vida e necessita de apoio nas áreas da Formação e Emprego, Criação do próprio negócio ou Obras em casa, consulte o REGULAMENTO e faça a sua candidatura até 15 de Março!

  • Formação e Emprego – aumentar competências e conhecimento para uma melhor integração – CANDIDATE-SE AQUI
  • Criação do próprio negócio – estimular o empreendedorismo para uma maior autonomia – CANDIDATE-SE AQUI
  • Obras em casa – eliminar barreiras para uma vida com dignidade – CANDIDATE-SE AQUI

Não perca esta oportunidade! O CÉU É O LIMITE!

 

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Publique o seu livro Objecto

Procuram-se Poetas, Fotógrafos, Escritores e Pintores.
Quer ter um livro seu em formato frasco?
Publique de forma original os seus poemas ou mini conto ou pinturas ou desenhos ou fotografias.

Prémio:
De todos os concorrentes, serão seleccionados todos aquele que vejamos qualidade. E aos mesmos serão feitas propostas de publicação.
Os autores escolhidos não terão de ter um mínimo de gastos. Têm apenas de organizar um lançamento (que pode ser simples e casual, entre amigos e familiares apenas). Para o mesmo pedem apenas os livros que querem ou que pensam vender.
A editora não pode oferecer livros.

Regras:
1) Para concorrer deverá ter mais de 18 anos.

2) As poesias, mini conto, desenhos, imagens ou fotografias terão de ser da sua autoria.

3) Os poemas devem ser curtos, num máximo de 14 linhas por poema. No caso dos mini contos, não devem ultrapassar o tamanho de um A4.

4) Somente podem concorrer artistas residentes em Portugal.

5) O tema é livre.

6) Deve concorrer com um mínimo de 6 poemas, desenhos, imagens, fotografias e/ou 1 mini conto.

7) Cada frasco será individual e será composto por 6 poemas, 1 mini conto, 6 fotografias, 6 pinturas ou 6 desenhos de um só autor.

6) A receção de trabalhos termina a 21 de Março de 2017.

 

Como concorrer?

Envie-nos um email para: info@artelogy.com com 6 poemas, fotografias, pinturas, desenhos ou 1 mini conto + os seus dados pessoais: nome, morada, email e contato telefónico. Também deverá indicar o nome de autor que quer ver na capa do livro e o título da obra.

 

Importante:
– A editora não fará revisão por isso os escritores terão de ter atenção ao que colocam no nosso site. – A capa e design serão responsabilidade e decisão da editora. – Os frascos são de tamanho mini.

 

Fonte:http://www.artelogy.com/pt/informacoes/publique-o-seu-livro-objecto

 

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Deputados discutem fim das propinas, mas chumbo é inevitável

10.03.2017 11:03 por Leonor Riso0

PCP e BE apresentam propostas de resolução ao Governo, mas PSD, PS e CDS-PP vão votar contra

E se os alunos do ensino superior não tivessem de pagar mais propinas? É essa proposta que hoje, Bloco de Esquerda e PCP levam ao Parlamento, em projectos de resolução diferentes.

O BE pede ao Governo que “elabore um Plano Plurianual, a três anos, para o fim das propinas nas Instituições de Ensino Superior Públicas, garantindo transferências financeiras para estas Instituições que compensem a redução do seu financiamento por via das mesmas”. “As propinas não servem para melhorar a qualidade de ensino, mas são hoje um recurso para pagar salários e despesas correntes das instituições”, lamenta o partido liderado por Catarina Martins.

Os bloquistas recorrem ainda ao relatório Education at a Glance de 2015, da OCDE, que revela que o financiamento público ao Ensino Superior está muito abaixo da média da União Europeia de 78,1%. Em Portugal, é 54%. O BE indica ainda que 23% dos orçamentos anuais das instituições de ensino superior públicas eram compostos pelas propinas em 2015, no início da legislatura. Um número actualizado este ano pelo jornal Público, que ficou mais baixo: 18,2%.

O PCP também pede o fim das propinas para alunos de licenciatura, mestrado e doutoramento, de forma progressiva: até 2020, devem ser eliminadas ciclo a ciclo, a partir de 2018. Além disso, querem que todas as taxas e emolumentos sejam eliminados e que se estude “o fornecimento gratuito do material escolar”.

Segundo o jornal Público, as propostas já estão eliminadas à chegada ao Parlamento: o PS, PSD e CDS-PP votarão contra.

Hoje em dia, o valor da propina máxima é de €1063,47. Face aos aumentos anuais das propinas, os estudantes avançaram com o Movimento Rumo à Propina Zero, com o intuito de lançar a discussão acerca do ensino superior gratuito.

 

Fonte:http://www.sabado.pt/portugal/detalhe/parlamento-discute-fim-das-propinas-mas-chumbo-e-inevitavel

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

MEC disponibiliza curso de inglês online e gratuito

O Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), oferece aulas de inglês gratuitas para estudantes oriundos de instituições de ensino superior públicas e privadas no Brasil. Trata-se do curso My English Online.

Mais informações em: http://estagioonline.com/noticias/mec-disponibiliza-curso-de-ingles-online-e-gratuito

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Professora com cancro diz ser obrigada a regressar à escola

Uma professora de Chaves, doente oncológica em tratamento, queixou-se esta quarta-feira de estar há mais de um ano à espera de uma junta médica, que disse ser necessária para prolongar a baixa.

Cristina Santos, uma professora de línguas de 54 anos residente em Chaves, foi chamada para regressar à Escola Secundária Júlio Martins, apesar de estar em fase de tratamento a um linfoma folicular, detetado em 2015.

Depois de descoberta a doença, a docente colocou três baixas consecutivas até dezembro desse ano, altura em que disse ter sido informada de que seria chamada a uma junta médica do sistema de saúde ADSE (Direção-Geral de Proteção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública).

Só que, segundo Cristina Santos, durante todo este tempo “nunca” foi chamada para essa junta médica, uma situação que disse ser “incompreensível e ridícula”.

A responsável garantiu que toda a sua documentação clínica já foi enviada para a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGESTE), entre relatórios, atestados e até a baixa dada pela junta da Administração Regional de Saúde (ARS) Norte.

No entanto, agora, que atingiu os 18 meses de período de baixa afirmou que foi contactada pela escola, em nome da DGESTE, que lhe deu instruções para voltar ao serviço alegando que atingia o limite máximo de faltas por doença.

A professora apresentou-se na escola, só que, segundo frisou aos jornalistas, o “pesadelo burocrático mantém-se”.

Isto porque, no estabelecimento de ensino foi informada que tem, agora, três hipóteses. “Ou me apresento ao serviço munida de um atestado médico que me diga que estou em condições, e os outros atestados médicos que eu tenho não dizem isso, ou eu vou para a aposentação antecipada e eu não reúno as condições mínimas ou vou com uma licença sem vencimento e assim não posso viver”, afirmou.

Na escola, Cristina Santos disse ter encontrado “bom acolhimento” e “disponibilidade” para ser colocada em serviços que exijam menos esforços e que sejam menos cansativos.

No entanto, ressalvou não se sentir em condições para ir trabalhar. “A lei garante-me que eu tenho direito a uma prorrogação dos 18 meses por se tratar de uma doença incapacitante que exige tratamento prolongado”, acrescentou ainda.

Depois dos tratamentos mais agressivos, a doença estabilizou, mas Cristina tem já tratamentos marcados até julho de 2018. A doente faz quimioterapia de manutenção, de três em três meses.

“Isto é um pesadelo. A doença e agora esta burocracia, as papeladas, este entendimento legislativo, isto é que é um pesadelo realmente, porque dar aulas é um prazer”, salientou.

Contactada pela agência Lusa, fonte do Ministério da Educação disse que o “caso está a ser devidamente analisado pelos serviços da DGESTE de modo a encontrar-se a melhor solução”.

Leia mais: Professora com cancro diz ser obrigada a regressar à escola http://www.jn.pt/nacional/interior/professora-com-cancro-diz-ser-obrigada-a-regressar-a-escola-5712470.html#ixzz4b8BShFu3
Follow us: jornalnoticias on Facebook

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Lisboa “Workshop Como Fazer uma Candidatura Eficiente” Março 2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

7 livros da filósofa Hannah Aredt para download gratuito: “A condição humana”, “Origens do totalitarismo”, “O que é política”, “Sobre a violência”…

 

 

 

 

 

 

 

 

7 livros da filósofa Hannah Aredt para download gratuito: “A condição humana”, “Origens do totalitarismo”, “O que é política”, “Sobre a violência”…

CONHECIDA COMO A PENSADORA DA LIBERDADE, HANNAH ARENDT VIVEU AS GRANDES TRANSFORMAÇÕES DO PODER POLÍTICO DO SÉCULO XX. ESTUDOU A FORMAÇÃO DOS REGIMES AUTORITÁRIOS/TOTALITÁRIOS INSTALADOS NESSE PERÍODO E DEFENDEU OS DIREITOS INDIVIDUAIS, CONTRA AS “SOCIEDADES DE MASSAS” E OS CRIMES CONTRA A PESSOA.

Alemã de origem judaica Hannah Arendt (1906 – 1975) formou-se em filosofia em Heidelberg, período em que foi aluna do filósofo Martin Heidegger. Trabalhou, entre outras atividades, como jornalista e professora universitária. Recusava-se ser classificada como “filósofa” e também se distanciava do termo “filosofia política”; preferia que suas publicações fossem classificadas sob o tema “teoria política”. Entretanto, ela continua sendo estudada como filósofa, em grande parte devido a suas discussões críticas de filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles, Immanuel Kant e Martin Heidegger, além de representantes importantes da filosofia moderna como Maquiavel e Montesquieu. Devido aos seus trabalhos sobre filosofia existencial e sua reivindicação da discussão política livre, Arendt tem um papel central nos debates contemporâneos.

Suas obras mais conhecidas são: As origens do totalitarismo (1951), A condição humana (1958) e Eichmann em Jerusalém (1963). Este último reúne os cinco artigos que escreveu sobre o julgamento de Eichmann, que cobriu para o jornal The New Yorker. Nesse livro, Eichmann, não é retratado como um demônio (como o descreviam muitos ativistas judeus) mas alguém terrível e horrivelmente normal. Um típico burocrata que se limitara a cumprir ordens, com zelo, por amor ao dever, sem considerações acerca do bem e do mal. No livro, Arendt aponta ainda a cumplicidade das lideranças judaicas com os nazistas. Esta perspectiva lhe renderia duras críticas das organizações judaicas, além da ameaça de ser excluída da universidade em que lecionava na época.

Para aqueles que queiram conhecer melhor o pensamento e a filosofia de Hannah Arendt indicamos os livros abaixo elencados, disponíveis para download no link (em vermelho) abaixo da lista:

A CONDIÇÃO HUMANA

A VIDA DO ESPÍRITO

DA REVOLUÇÃO

EICHMANN EM JERUSALÉM

O QUE É POLÍTICA

SOBRE A VIOLÊNCIA

PARA FAZER O DOWNLOAD DOS LIVROS – CLIQUE AQUI!

 

Fonte: https://filosofandoporaiblog.wordpress.com/2017/02/13/hannah-arendt-em-pdf-bibliografia-para-download/

Formar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo/

Promoção do ensino essencialmente gratuito / financiado

%d bloggers like this: